Edifício Rua Eduardo Coelho

Description

Autores: Inês Cortesão | Célia Faria

_
Edifício na Rua Eduardo Coelho 62-68

A intervenção teve por base tirar o máximo partido das potencialidades do edifício, onde outrora se instalou o Colégio Calipolense, desde 1887, e partir para a sua conversão em casas de habitação, de forma conservadora, devido à sua enorme qualidade arquitectónica, possibilitando, no entanto, momentos de contemporaneidade.
A entrada nas casas é feita de forma diferenciada, à semelhança das Vilas em Lisboa, onde se entra no Edifício, se acede a um pátio no interior e daí se repartem os diferentes acessos às casas, com diferentes tipologias. Este pátio, com um jardim que se estende verticalmente pelos muros que limitam o lote a norte e a nascente, permite uma pausa, um momento de silêncio, na cidade. No logradouro a sul do lote implanta-se o estacionamento.
Na fusão entre os dois corpos do edifício, um mais horizontal e outro mais vertical, introduz-se uma caixa de escadas que distribui para os pisos de um apartamento exclusivo que integra toda a área da Torre.
Este apartamento dispõe de dois acessos diferenciados. Entrando pela porta principal ou estacionando o carro numa garagem privada, no piso térreo, através de um acesso por uma escada, de carácter romântico que será recuperada para esta utilização.
No interior, distribui-se por um piso de carácter privado, com 4 quartos e um segundo piso de carácter social, com sala de estar, sala de jantar e cozinha, com um acesso directo a um terraço, situado na cobertura do corpo transversal do edifício.

Há ainda um espaço na cobertura do edifício que se apresenta como uma área de estar/escritório e, ao mesmo tempo, miradouro sobre a cidade.

Autores: Inês Cortesão/Célia Faria

Informação Técnica
Colaboração: Marco dos Santos, Pedro Duarte
Área de Intervenção: 1830m2
Datas: 2014